Dizer o que se sente
É sempre importante.
Deve sair natural, sem subterfúgios,
Sem meias palavras.

A confiança é a primeira conquista
De uma relação.
Seja de amizade ou amor.
Confiar no outro é uma lição

Que se aprende diariamente e isso requer
Entrega; respeito e principalmente fidelidade.
Fidelidade é algo em escassez
Nos dias de hoje.

No mundo atual vemos a superficialidade;
O agora; o descartável sendo pregados e
Propalados. "Não serve?! Delete!!"
Esquecemos o coração.

Esquecemos o afeto;
O carinho;
O toque que arrepia;
O beijo que excita...

Esquecemos o amor e como amar.
E o que aprendemos? A julgar pela aparência;
Pelo status; pelo superficial e acabamos vendo
E idealizando só o que nós gostamos nos outros.

E não vemos a realidade.
Não vemos o que o outro é e tem de verdade.
Não lemos a letra miúda; a bula e acabamos
Por nos decepcionar e julgamos de maneira errônea

Àqueles que simplesmente se mostram como são
De esquisitos ou estranhos.
Já vem de algum tempo o uso de padrões
Na nossa vida!

Mas nessa época atual, eles estão mais em evidencia.
Estão com força máxima.
Existe um padrão para tudo:
Padrão de moda. padrão de amor...

Esqueçamos os padrões!
Esqueçamos os (pré)conceitos existentes
E aceitemos o que a vida tem de belo
Para nos oferecer!

Por vezes o grande amor de nossas vidas
Está ao nosso lado, torcendo e vibrando por nós.
Mas devido a condição preestabelecida pelas "normas de conduta"
Não vemos ou nem percebemos esse amor.

Valorizar o coração é festejar a vida.
O coração aflora todos os nossos sentidos.
Aflora o caráter e também aflora
A personalidade das pessoas.

Precisamos estar na mesma sintonia
Para podermos ver o outro.
Assim, tudo flui, tudo segue
A nosso favor.

Por conseguinte, saberemos
Quando é amor ou quando é amizade.
Sem culpas ou arrependimentos.
Depois é só ser feliz!!!