Ouvi, ó gente de bem...

26 de Julho de 2012 Jorge Linhaça Poesias 386

Ouvi, ó gente de bem
Jorge Linhaça

Ouvi, ó gente de bem
ouvi-me todos os homens
ouvi, mulheres também

Ouvi, não faça desdém
ouvi, ó povo das ruas
ouvi, ó ricos também

Despertai em nova aurora
pois o tempo é chegado
não mais tarde e sim agora
atendei este chamado

Quando os homens bons se calam
só se ouve a torpe voz
daqueles que o mal exalam
e são do povo o algoz

Abri aos lábios selados
deixai a tinta escorrer
em poemas ou tratados
ensinai ao povo a ler

Que as metáforas se calem
seja reto o teu falar
pra que outros não se entalem
por não saber mastigar

Combatei o bom combate
c'oa espada do amor
exercei a vossa arte
sem remorso e sem temor

Bradai, gritai, sussurrai
dependendo da plateia
Contra os lobos alertai
pois já vem a alcateia

Feri olhos e ouvidos
expondo a realidade
dos adornos e vestidos
que escondem a maldade

Ouvi-me, gente do bem,
fazei coro contra o mal
Alçai vossa voz também
contra o torpe e o imoral.

Salvador, 15/07/2012

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
ETERNAL (rondó) há 10 horas

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 6


Sintomático há 16 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 37


"Minha humilde casinha" há 2 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 18


Se Poema For Oração há 3 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 79


"Bailei com a solidão" há 3 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 16


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 3 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 31