Fico de vigia aguardando por Ti,

Quando o medo aparece para atordoar,

Eu imploro por auxílio,

O Senhor ouve o meu gemido,

E me ampara com amor,

Sua autoridade faz a aflição sumir,

Fico de sobreaviso em todo momento,

Quando o assombro vem de repente,

Eu chamo por socorro,

O Senhor vê a minha necessidade,

E me sustenta com graça,

Sua provisão enche o celeiro do meu coração,

Fico de sentinela esperando por Ti,

Quando o pavor surge para atormentar,

Eu clamo por ajuda,

O Senhor escuta o meu choro,

E me consola com ternura,

Seu poder faz a tempestade desaparecer.