O ato de amar

07 de Outubro de 2012 Doug Mota Poesias 500

O amor não é uma coisa explicável
Talvez seja só relação entre amante e amável
Essa resposta me parece científica demais
Na verdade, amor é algo que nunca nos satisfaz

Se é amor verdadeiro que está sentindo
Reaja aos sofrimentos e dores silenciosas sorrindo
Se esse sentimento não for correspondido
Nada melhor do que chorar num ombro amigo

Dizem que amar alguém só pode fazer bem
Mentira. É uma fonte de flagelos também
Segure as lágrimas e siga em frente
Esqueça tudo e esvazie sua mente

Seja bom ou ruim, amar é um ato obrigatório
Como o alistamento no exército ou aturar fila no cartório
Cabe a nós aprender a lidar com tais momentos
De modo que equilibremos sadiamente nossos sentimentos.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"Como chamar-te amiga" há menos de 1 hora

Tudo foi tão bonito, era tudo carinho e paixão. E hoje estas tão longe ...
joaodasneves Poesias 2


Sodoma e Gomorra Estão Aqui há menos de 1 hora

Nos dias de Sodoma e Gomorra ainda havia muitos lugares na Terra para os qu...
kuryos Artigos 4


Traços Mudados há 5 horas

O tempo passou, e eu nem percebi... Meus Deus, o que mudou? Envelheci. ...
a_j_cardiais Poesias 25


Queimando os Últimos Cartuchos há 5 horas

Sinto que estou queimando os últimos cartuchos... Estou chegando ao fim....
a_j_cardiais Poesias 25


"Posso ser o poema" há 8 horas

Barcos que navegam, ao luar, as imensas ondas do mar até as nuvens lá n...
joaodasneves Poesias 6


"Vi em ti" há 16 horas

Em ti eu vi o sol, o mar senti o vento aprendi a viver, soltei o sentime...
joaodasneves Poesias 7