Vozes e Vozes

14 de Novembro de 2012 Silvio Dutra Poesias 370

Vozes...
Tantas vozes...
Quais serão ouvidas?

A voz da razão?
A voz do coração?
A voz da bênção?
A voz da maldição?

Há voz amiga e inimiga,
construtiva e destrutiva,
animadora e desanimadora,
consoladora e desalentadora.

Não há como fugir,
porque há também
a voz do silêncio,
da consciência,
da imaginação.

Vozes, vozes, vozes...
Algumas bem vindas,
outras atrozes.

Há várias vozes que são para morte,
e apenas uma que é para a vida.

Como ouvir com sabedoria
a que é para a vida?

Alguém deu-me uma dica:
ela não tem som audível,
não faz murmúrio nem estrépito,
mas fala ao coração e à alma,
e produz terna calma.

Somente faz bem,
e repele o mal.

Levanta o caído,
e anima o cansado.

Dá força e coragem,
alegria e bondade.

E sempre visita
a quem tem humildade.


Leia também
Amor de Primavera há 12 horas

Morena, quando tu flores, o verbo em ti, primavera, seguirá o caminho do...
a_j_cardiais Poesias 34


CICATRIZES há 17 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 5


" Amar é" há 1 dia

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 11


PAU DE FITAS há 1 dia

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 8


Falta de Amor ao Próximo há 2 dias

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 56


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 2 dias

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 13