Estrada.

02 de Janeiro de 2013 Lorrana Poesias 328

Na estrada percebendo, aquilo que vai se movendo, pelas rodas a vagar
As histórias e morais, as dores e amores, aquilo o que vem e vai
Dos tristes ao recanto se condena, a alma envenena, achando que não merece mais
Aos vitoriosos a alegria reflete, o coração esbanja euforia, daquilo que um dia, reconhecimento mereceu.
Mas aqui, vendo o roteiro, falta algum trecho, uma peça que se vai
Acho que tem nome de solidariedade, daquilo que ninguém se lembra mais
Pensando bem, suas vidas não seriam tão pequenas,
Se todos se importassem mais
Choros e alegria seriam compartilhados,
Construindo mais um pouco de estrada,
Na longa jornada,
Que a Estrada da vida trás.


Leia também
"Livro sem letras" há 1 hora

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 5


Amor há 2 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 6


ESTÁ TÃO ESCURO (poesia infantil) há 4 horas

Está tão escuro Por causa do muro O chão é duro Não bata o nari...
madalao Infantil 6


Amor de Primavera há 17 horas

Morena, quando tu flores, o verbo em ti, primavera, seguirá o caminho do...
a_j_cardiais Poesias 42


CICATRIZES há 22 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 6


" Amar é" há 1 dia

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 12