No topo
(de William Adriano)

No topo, tão cansado
Visualizando todo trajeto
Tudo que foi vivido
Tudo que se passou

Tantos desejos de desistir
Tantas lágrimas pelo caminho
Um sonho que persistia
Em te levar até o topo

A montanha era impenetrável
Mas teus sonhos te conduziam
A dor te fazia parar por instantes
Mas apenas pra recobrar as forças

Até que no topo você olhou
Para a planície que você viveu
Com as mãos apalpando o céu
Uma oração brotou da sua alma

http://canticospelapaz.blogspot.com.br/