Uma brisa de solidão

05 de Fevereiro de 2013 João pinheiro Poesias 241

Vou chorar ao vento para que leve até você minhas lágrimas em forma de brisa! Quem sabe assim ao tocar sua linda face você possa sentir que longe de ti deixas-te um coração que só fez te amar, e se o vento voltasse e consigo trouxesse tuas lágrimas a me tocar dizendo está arrependida por deixar em pedaços um coração que só fizeste te amar.
Vou pedir a Deus para que faça com que eu te esqueça, já não posso mais chorar e muito menos falar, tudo que eu tinha pra dizer-te foram ditas nas lágrimas em que tua face tocou e o vento levou contigo ficou lembranças do nosso amor...já não te lembro mais.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
NA REBORDOSA há menos de 1 hora

NA REBORDOSA Acordo e já começa a girar tudo... Olhos cerrados contra...
ricardoc Sonetos 3


PLEONÁSTICO n°2 há 20 horas

PLEONÁSTICO n°2 Encarasse de frente, não soslaio... Talvez, olhos no...
ricardoc Sonetos 4


ANTIFACISTA há 22 horas

ANTIFACISTA De irrestível apelo aquela união De fortes se fazendo 'in...
ricardoc Sonetos 5


A rua me aceita como sou há 1 dia

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 76


Não seja superficial há 1 dia

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 89


"Dia do amor" há 1 dia

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 14