Mire-se naquela mulher,
Aquela dos olhos marejados,
Que mostram transparência de vida e experiência.
A das mãos batidas,
A do extremo cansaço.
Mire-se naquela mulher,
Aquela do rosto exausto,
Aquela na qual os pés calejados,
Mostram que ela não foi nada além do que uma simples gota d'água, em um mar fechado.