EXÓTICO PERFUME

16 de Março de 2013 Maria Hilda Poesias 408

Olhos cerrados na noite quente
Sinto o odor da natureza,
Um perfume exótico que vem
De litorais perdidos na lembrança.

Tenho nos pés a sensação
De pisar areia de praias misteriosas,
Na boca o gosto amargo e doce
De frutos de estranhas árvores.

O perfume voa pelo pensamento
Como gaivota entre mastros e velas
No porto da saudade onde vagalhões
Açoitam o barco solitário da vida,

Arremessando-o contra seus paredões.
Revejo o implacável redemoinho
A girar levando ao fundo
De um fundo que não tem fim

A preciosa carga de um grande amor,
Embalada em celofane de desencontros.
E bastou esse exótico perfume
Para que se abrissem as escotilhas

Libertando em delírio astral
Anjos e demônios em orgia
Para reacenderem o meu desejo
De provar mais uma vez, céu e inferno.


Leia também
Minha essência é a eternidade. há 4 horas

Manhã cinza dia tão estranho e ruim, Paira no ar uma sensação de fraca...
elisergio Sonetos 5


LAMPEJOS há 4 horas

LAMPEJOS Eu pouco a pouco volto à realidade. Ao acordar, lamento antes...
ricardoc Sonetos 5


Deixe Esse Amor Crescer há 19 horas

Deixe esse amor crescer... Ele está brotando em um coração árido. De...
a_j_cardiais Sonetos 35


Ás palavras não são mais meu legado. há 20 horas

Fiz-me silenciar por que te perdi! Tu me revogara a licença concedida, D...
elisergio Sonetos 7


Não há o que comemorar. há 20 horas

Não há de fato o que comemorar! A virgem do sertão não é independente...
elisergio Sonetos 6


A vida depois daqui! há 20 horas

Ver que a morte não é o fim, é o início! Disse-me com amor chamando de...
elisergio Sonetos 7