Linda Lagarta

17 de Abril de 2013 Denorwaygths Poesias 478

Linda lagarta

Julgar pela aparência...
É admirar a beleza da capa.
Olhos que somente visam o aparente...
Esquecendo a verdadeira essência.

Após sair do casulo...
A borboleta é adorada.
A partir daí todos esquecem...
Que a enojavam por ser lagarta.

Não importa tamanho, comprimento...
Ou o numero de patas.
Basta acreditar em seus sonhos...
Que o coração te dá azas.

Enxergar com o coração...
É ver através do casulo a verdadeira face,
Sentir mesmo sem que com os olhos possa ver...
Que a lagarta sempre foi uma linda borboleta.


”Denorwaygths” ( André Nascimento )

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
John Owen - Hebreus 1 – Versos 1 e 2 – P4 há menos de 1 hora

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 4


John Owen - Hebreus 1 – Versos 1 e 2 – P3 há menos de 1 hora

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 4


John Owen - Hebreus 1 – Versos 1 e 2 – P2 há menos de 1 hora

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 4


John Owen - Hebreus 1 – Versos 1 e 2 – P1 há menos de 1 hora

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 6


"Ontem a noite" há 13 horas

Ontem pela noite Sentei-me no sofa A saudade batia-me no rosto A solidã...
joaodasneves Pensamentos 18


Confessar e se Arrepender em vez de se Endurecer há 16 horas

Em face de termos tão grande sumo sacerdote à direita de Deus nas altur...
kuryos Artigos 17