LIBAÇÃO

25 de Junho de 2013 Luciah Lopez Poesias 275

LIBAÇÃO


no teu colo___________me esparramo!

Sou feito enchente, enxame, exangue pele sob as tuas mãos

Ah, as tuas mãos

sempre tão sedutoras e indecentes me percorrendo

em busca do céu e um cantinho do inferno

essa mistura nada piedosa

nada piegas

mas sabedora das delicias da carne

dos encaixes perfeitos e afoitos

quando te percebo a enxergar

meu sexo desnudo, bêbado e extasiado

pronto a receber a tua nudez de homem.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
PLEONÁSTICO n°2 há 3 horas

PLEONÁSTICO n°2 Encarasse de frente, não soslaio... Talvez, olhos no...
ricardoc Sonetos 4


ANTIFACISTA há 5 horas

ANTIFACISTA De irrestível apelo aquela união De fortes se fazendo 'in...
ricardoc Sonetos 4


A rua me aceita como sou há 8 horas

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 45


Não seja superficial há 9 horas

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 58


"Dia do amor" há 12 horas

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 12


"Estou triste" há 19 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 13