Equívoco

29 de Julho de 2013 Olympio Ramos Poesias 378

O poeta se confunde
querendo o sim e o não
pensa que o coração pensa,
engano!
quem pensa é a mente
em forma de coração

O coração pensa que pensa
e doidivanas se ilude
entrega-se, confunde-se amiúde
cisma que a felicidade
é o amor que virou saudade!

Eu erro por ser estúpido
pensando com a emoção
não aprendi com os amores
tampouco com os dissabores...

oh lástima!
de cismar ficando à-toa!
lembrar das moças de então...

esquecer que o erro da mente
como a criança inocente
é pensar com o coração.

Leia também e divulgue: Os Grapiúnas, romance do Olympio Ramos, disponível na Amazon.com (leitura on line) e editora Creat Space (leitura impressa). obrigado a todos
Olympio Ramos.
Cabo Frio, 29/07/2013

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Circunstâncias há 1 hora

Não quero me perder, procurando a perfeição... Ser perfeito em quê? ...
a_j_cardiais Sonetos 30


"A maldade" há 13 horas

De que me serve escrever, inventar, sonhar sem pensar No meu interior me a...
joaodasneves Poesias 7


"Não sei" há 20 horas

Hoje tenho vontade de rir Mas também tenho vontade de chorar Ja nem sei ...
joaodasneves Pensamentos 5


Domínio do Pecado ou da Graça há 2 dias

Se é impossível não pecar enquanto estivermos neste mundo, por que J...
kuryos Mensagens 16


Ventinho Delicado há 2 dias

Uma mulher passa com seu rebolado... Um ventinho delicado faz seu vestid...
a_j_cardiais Poesias 46


Mortos Vivos, Vivos Mortos há 2 dias

O que é viver? Tem gente que tem tudo, e não se sente feliz... Fica as...
a_j_cardiais Poesias 47