Equívoco

29 de Julho de 2013 Olympio Ramos Poesias 368

O poeta se confunde
querendo o sim e o não
pensa que o coração pensa,
engano!
quem pensa é a mente
em forma de coração

O coração pensa que pensa
e doidivanas se ilude
entrega-se, confunde-se amiúde
cisma que a felicidade
é o amor que virou saudade!

Eu erro por ser estúpido
pensando com a emoção
não aprendi com os amores
tampouco com os dissabores...

oh lástima!
de cismar ficando à-toa!
lembrar das moças de então...

esquecer que o erro da mente
como a criança inocente
é pensar com o coração.

Leia também e divulgue: Os Grapiúnas, romance do Olympio Ramos, disponível na Amazon.com (leitura on line) e editora Creat Space (leitura impressa). obrigado a todos
Olympio Ramos.
Cabo Frio, 29/07/2013

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
A dor fazia lembrar. há 9 horas

Eu lhe atribui tudo de muito vil... No mais absoluto reflexo e pensar. P...
elisergio Sonetos 15


Meu sonho de mulher há 11 horas

Você é o meu sonho de mulher meu pensamento que se tornou realidade.. C...
anjoeros Poesias 9


Um encontro,mil borboletas no estômago... há 11 horas

Te conheci um dia Sem grandes pretensões. Uma amizade,um momento E de r...
anjoeros Poesias 5


Morena,doce veneno há 11 horas

Morena,pequena. Doce veneno que não se pode guardar. Intensa e forte, ...
anjoeros Poesias 10


Amor na net há 18 horas

Hoje em dia,quem não está sempre ligado na net? Impossível não estar. N...
anjoeros Artigos 13


A mulher certa há 18 horas

ME RASGA TODO,ME MORDE, ME PÕE CONTRA A PAREDE E ME MOSTRA QUE EU ESCOLHI...
anjoeros Poesias 19