E de repente você chegou. Com esse seu jeito que não me é comum,
com esse seu rosto de disfarce, com esse seu sorriso de menino,
e com esse seu jeito descompromissado, você fez o meu desinteresse
se tornar curiosidade, os meus medos se tornarem prazeres e minhas
emoções saltarem pra fora do meu ser.
E quando cada vez mais tudo aumentava, de repente
você se desfez diante dos meus olhos, toda a sua figura fictícia desabou.
você mostrou que é apenas uma metade de nada, uma bela ilusão de coisa nenhuma.
No entanto para mim não foi surpresa alguma, pois bastava olhar acima do seu sorriso irônico
que no fundo eu podia ver a sua verdadeira face,
você apenas se revelou uma bela mentira de homem.