fjögur píanó

11 de Agosto de 2013 Nicole Elis Poesias 241

da angústia de gritar
da ânsia de saber
do desejo de soltar
do medo de perder

o azul que embala
o mar
o verde que enlaça
o ar

a tristeza
que a felicidade traz
com o amor
de quando a noite cai

a solidão
do café forte
agarrando
o doce paladar

o jeito de sofrer
a dor de cair
a aflição de viver
o desagregar do ir

o teu braço
no meu abraço
o meu abraço
no teu braço


Leia também
A Morte Em Cartaz, Cap 1 há menos de 1 hora

Prólogo Periferia de Atlanta, Quinta-feira, 23hrs:17min Marion re...
lordemoura Acrósticos 6


Sociedade Desalmada há 1 hora

Sou um ser muito sensível... E ser sensível é horrível, no meio desta...
a_j_cardiais Poesias 25


LUSO-BRASILEIRO - Des-História Universal há 4 horas

LUSO-BRASILEIRO Assim como a cor d'olho não colore Aquilo que se tem ...
ricardoc Sonetos 6


Uma Tal Pedra há 21 horas

No meio do caminho de muitas famílias, agora tem uma pedra... Tem uma...
a_j_cardiais Poesias 24


Mundo da Gataria há 22 horas

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 45


A história do amor há 22 horas

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 35