Meses Corridos

01 de Setembro de 2013 Renata Valéria Lopes Poesias 421

Triste Março passou.
Em Abril um novo amor.
Maio vazio ficou.
Era Junho, você sem eu,
Mas Agosto você voltou

Dezembro que brilhou.
Não lembro se foi Novembro, que fulgor!
Julho sei que não foi,
Setembro também pulsou.

Janeiro de tão maneiro,
Em Outubro retornou.
Mas foi ilusão, seu amor findou,
Num Fevereiro que brotou.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
O CAMELO QUE DECLAMA NO ZOOLÓGICO DE RECIFE há 4 horas

O poeta quando escreve seu trabalho inspirado faz a narração dos fato...
carlosale Cordel 6


A madrugada… há 14 horas

A madrugada e eu temos um romance a longo prazo… Nos entendemos e nos cu...
anjoeros Poesias 14


Vou tatuar a tua boca... há 14 horas

Quero tatuar na tua boca Meu beijo mais safado, mas também apaixonado, ...
anjoeros Poesias 8


Quero te pegar para mim...Capítulo 3 há 14 horas

Capítulo 3: Eu te quero pra mim e não vou abrir mão... Toco a campain...
anjoeros Prosa Poética 9


Quero te pegar para mim...Capítulo 2 há 14 horas

Capítulo 2: A expectativa mata... Meio dia. Nossa, nem acreditei quando...
anjoeros Prosa Poética 7


Quero te pegar para mim...Capítulo 1 há 14 horas

Capítulo 1: Decisão tomada, arrependimentos posteriores... Mais uma no...
anjoeros Prosa Poética 10