Meses Corridos

01 de Setembro de 2013 Renata Valéria Lopes Poesias 430

Triste Março passou.
Em Abril um novo amor.
Maio vazio ficou.
Era Junho, você sem eu,
Mas Agosto você voltou

Dezembro que brilhou.
Não lembro se foi Novembro, que fulgor!
Julho sei que não foi,
Setembro também pulsou.

Janeiro de tão maneiro,
Em Outubro retornou.
Mas foi ilusão, seu amor findou,
Num Fevereiro que brotou.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Equação do Amor há 1 dia

Corre pra mim... Talvez eu ainda não saiba o que é o amor; Não tenha ...
a_j_cardiais Poesias 48


Qual é a Nossa Parte? há 1 dia

O conceito arminiano de que devemos fazer a nossa parte para que Deus pos...
kuryos Artigos 10


"Lagrimas" há 2 dias

Um silêncio triste e profundo Uma lágrima caiu Na tarde fria, e escura ...
joaodasneves Poesias 10


Realidade, Deixe-me Sonhar há 2 dias

Ah, realidade, realidade... Você não respeita minha privacidade. Vo...
a_j_cardiais Poesias 52


"és nada" há 2 dias

Como me pude apaixonar De um alguém como tu Passado pouco tempo pude con...
joaodasneves Pensamentos 14


"Ela mora" há 2 dias

A minha unica paixão é a solidão, ela vive na minha casa, e mora bem ...
joaodasneves Pensamentos 14