Seis e meia da manhã, será que você já acordou?
Sete e meia da manhã, o primeiro sinal o bom dia.
Oito e meia da manhã, as novidades.
Nove e meia da manhã, as reclamações.
Dez e meia da manhã.
Onze e meia da manhã, sai para almoçar.
Meio dia e meia, tudo de bom.
Uma e meia, duas e meia, três e meia, quatro e meia, cinco e meia.
Seis e meia à vontade de nos encontrarmos.
Sete e meia, os risos e sentimentos que temos de melhor.
Oito e meia, os xingos e reclamações.
Nove e meia, à filosofia da vida e do futuro
Dez e meia, o até mais do amanhã e a saudade.
Onze e meia, à boa noite e o amor.
Meia noite e meia, os sonhos.
As horas podem vir com meias, mas nos temos por inteiro um ao outro.