A Procura

17 de Setembro de 2013 Ricky Araújo Poesias 378

No meu caminho andava sozinho...
Vivia sofrendo, mais era feliz.
Pela manhã, acordava sorrindo...
Sem nem um motivo eu era feliz.

Meus dias bons, no café da manhã não existiram.
Por que eu nunca estive.
Queria viver de verdade como não consegui...
Procuro me conformar...

Passei um tempo observando o meu retrato.
Tentando me desvendar...
Esperando algo que possa me descrever.
Procuro saber, porque nunca lembrei dos meus sonhos...
Queria poder alcançar-los.

Vários dias, em pensamento.
Tentando refletir...
No que aconteceu para tudo ser assim.

Sou quem aqui é feliz!
Sou quem aqui finjo ser...
Procuro me esforçar.
Tentando me iludir...
Em algo que aqui é mais importante que a dor.

Ainda não percebi que é só um sonho.
Abandonei tudo a procura de ilusões...
E tudo que encontrei foi apenas um caminho vazio.

Meu coração não pode ser conhecido.
Saber disso sem lembrar dos meus sonhos.
Faz os anjos chorarem...
Tento aceitar! Enquanto isso eu levanto minha asas e decolo...
Pois no fim, encontrarei o que procuro.

~ Richard Araújo.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Lembra? há 2 dias

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 21


Principio há 2 dias

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 13


Viandar há 2 dias

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 11


Fluxo do tempo. há 2 dias

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 14


Sou há 2 dias

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 12


Ame...! há 2 dias

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 11