Jeito Bobo de Amar

21 de Setembro de 2013 Gabi Alves Poesias 304

Não é fácil ser como eu sou
Não peço que me entenda
Mais imploro compreenda
Tudo que eu faço é por amor.

Às vezes me sinto tão fraca,
Isolada,desanimada
Por tentar me encontrar
Te encontrar...

Arranjo mil razões
E mil desculpas
Pra ao menos convencer
Esse meu peito angustiado,
Maltratado,corroído...
Que mesmo amando desse jeito
Um jeito bobo,
Eu compreendo,
E esses motivos?
Os meus defeitos...

É esse ciúme que me cega,
Me aleija,
Me corrompe,
Me destrói...
E o que é pior,
Eu ao menos consegui te confessar,
Mesmo de longe eu sofro tanto por te amar.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
LUTA ARMADA há 20 horas

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 5


Paz Celestial há 1 dia

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 13


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 2 dias

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 61


Poema Suado há 2 dias

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 50


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 22


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 16