Acredito que estou desorientado
Bato nas paredes
Tropeço nos móveis
Perco meus pensamentos dentro de mim
E quando os acho
Não estava pensando em nada
Acredito que estou perdido
E toda vez que me acho
Me perco novamente
E assim fico em um círculo viciante
Tentando me encontrar
E fico com sede
Sede do encontro
Uma sede que nunca irei saciar.