Já não vejo passar o tempo...
Estou vivendo as horas vazias da tua ausência...
Ontem, minhas mãos, ocupadas em teu amor,
velejavam o mar da emoção, dos sentimentos ...
Amor, se soubesses o quanto te amo,
Nunca pensarias em afastar-te de mim...
Não temerias nem te amargarias com pensamentos nada edificantes...
Em mim a esperança impera, sempre e sempre...
E estarei aguardando o dia de encontrar-te...
Sou um sol queimando o horizonte
onde repousa a lua que me deste...
Longe de tudo, longe deste mundo, tão perto de ti...