Pequenas verdades

18 de Julho de 2011 Dan Palmério Poesias 876

É assim que entendemos
As verdade que aprendemos
Cedo no berço que nascemos
E que até hoje rebatemos

São verdades singulares
Sempre soltas pelos ares
E pelos ares simplesmente
Ficam sempre na semente
E esperando liberdade

Cultivar a tal verdade
Não é um ganhar pra ter vontade
Nem é também um sofrimento
Que não acabe te cedendo

Não entender é escolher
E a escolha é crescer
Além de tudo, escutar
E lembre-se de relembrar


Leia também
Minha essência é a eternidade. há 2 horas

Manhã cinza dia tão estranho e ruim, Paira no ar uma sensação de fraca...
elisergio Sonetos 5


LAMPEJOS há 2 horas

LAMPEJOS Eu pouco a pouco volto à realidade. Ao acordar, lamento antes...
ricardoc Sonetos 5


Deixe Esse Amor Crescer há 17 horas

Deixe esse amor crescer... Ele está brotando em um coração árido. De...
a_j_cardiais Sonetos 33


Ás palavras não são mais meu legado. há 18 horas

Fiz-me silenciar por que te perdi! Tu me revogara a licença concedida, D...
elisergio Sonetos 7


Não há o que comemorar. há 18 horas

Não há de fato o que comemorar! A virgem do sertão não é independente...
elisergio Sonetos 6


A vida depois daqui! há 18 horas

Ver que a morte não é o fim, é o início! Disse-me com amor chamando de...
elisergio Sonetos 7