Pequenas verdades

18 de Julho de 2011 Dan Palmério Poesias 887

É assim que entendemos
As verdade que aprendemos
Cedo no berço que nascemos
E que até hoje rebatemos

São verdades singulares
Sempre soltas pelos ares
E pelos ares simplesmente
Ficam sempre na semente
E esperando liberdade

Cultivar a tal verdade
Não é um ganhar pra ter vontade
Nem é também um sofrimento
Que não acabe te cedendo

Não entender é escolher
E a escolha é crescer
Além de tudo, escutar
E lembre-se de relembrar


Leia também
PLEONÁSTICO n°2 há 13 horas

PLEONÁSTICO n°2 Encarasse de frente, não soslaio... Talvez, olhos no...
ricardoc Sonetos 4


ANTIFACISTA há 15 horas

ANTIFACISTA De irrestível apelo aquela união De fortes se fazendo 'in...
ricardoc Sonetos 4


A rua me aceita como sou há 18 horas

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 54


Não seja superficial há 18 horas

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 70


"Dia do amor" há 21 horas

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 12


"Estou triste" há 1 dia

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 14