Afrodite, deusa do Amor,
não ama.
Romeu e Julieta
não amam.
Há quem diga
que o amor é impassível,
mas Ele me intriga,
confunde, maltrata;
apenas arde com dores de parto.
O Amor é bondoso ?
Já ouviu o caso de Inês de Castro ?
Amaldiçoado, Virulento
nada mais é que um ceifador.
Só tu, maldito Amor
é quem culpo por retirar-me a vida.
Se de ti me livrasse,
não choraria; viveria
mas quando o Cupido contratou
e esse me flechou,
corrompeu-se minha vinha.
Descobri a dor.
Descobri o sexo.
Descobri a morte,
com enxofre, salguei minh'alma torta
enquanto o amor sorria,
com satânica malícia
aguardando meu agradecimento,
mas agora,
Inês é morta.