Tanto amar

11 de Outubro de 2013 Sol Poesias 229

Queria cantar de coração inteiro
A tua chegada sorrateira,
Teu jeito manso de ser feliz,
Tua sabedoria imensa...
Queria sorrir um sorriso cheio
Em homenagem ao teu riso
franco e largo,
Numa doce boca, meigo gesto,
Em voz grave e palavras leves....
Queria refletir em meus olhos
A tua intensa luz,
A vibração sutil que me acolhe
Em meio à solidão dos meus erros....
Queria ser-te por inteiro;
No entanto, meu canto ainda é triste
E resiste em meio à dor
Dum passado um tanto presente
que habita o lago negro e profundo
A me afogar em águas tórridas
Pelas noites de chuva...
Assim, fiz-te essa meia canção...
Nela coloco a esperança dos meus dias...
A esperança de (re)aprender a sonhar
Com os teus sonhos;
A andar pelo teu caminho;
A amar pelo teu amor.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"A decadência" há 2 horas

Numa decadência sem fim. não paro de cair. Esta tudo muito escuro aqui,...
joaodasneves Poesias 7


"A Parede" há 2 horas

Esta parede que nos separa Tem que cair, assim falaremos de ti de mim Olh...
joaodasneves Pensamentos 5


John Owen - Hebreus 1 – Verso 3 – P4 há 12 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 6


John Owen - Hebreus 1 – Verso 3 – P3 há 12 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 8


John Owen - Hebreus 1 – Verso 3 – P2 há 12 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 6


John Owen - Hebreus 1 – Verso 3 – P1 há 12 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 6