Ando a procurar inspiração


me fogem as palavras, como dizê-las?


as razões e modos desaprendi;



O único caminho que sigo, ainda,


é entre incertezas;



Guardava poetas na estante


mas hoje os guardo lendo a vida


e reconheço, viver é intraduzível;



O único caminho que sigo, mesmo,


é entre asperezas;



Tem momentos em que o silêncio


faz gritar a poesia


com palavras que não se escrevem...



Não quero descobrir os caminhos,


apenas ter a luz acesa.



por: J. Ribas