Estante

15 de Outubro de 2013 J. Ribas Poesias 334

Ando a procurar inspiração


me fogem as palavras, como dizê-las?


as razões e modos desaprendi;



O único caminho que sigo, ainda,


é entre incertezas;



Guardava poetas na estante


mas hoje os guardo lendo a vida


e reconheço, viver é intraduzível;



O único caminho que sigo, mesmo,


é entre asperezas;



Tem momentos em que o silêncio


faz gritar a poesia


com palavras que não se escrevem...



Não quero descobrir os caminhos,


apenas ter a luz acesa.



por: J. Ribas

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Vem me dominar... há 10 horas

Adoro me sentir dominado por você! Sentir-me teu objeto amado,desejado e ...
anjoeros Poesias 11


Seduza-me... há 10 horas

Vem tirar minha toalha, vem me ensaboar por completo, me seduza,engula,de...
anjoeros Poesias 10


Minha satisfação é a tua satisfação há 10 horas

QUISERA PODER LER TUA MENTE...SABER O QUE POSSO FAZER PARA TE SATISFAZER E ...
anjoeros Poesias 8


Doce invasão... há 10 horas

ME DEIXA INVADIR TUA CASA, TUA VIDA! ME DEIXA SER PARTE DE TI... ME DEIX...
anjoeros Poesias 8


# Muitas coisas sobre o tesão... há 10 horas

Todo mundo usa exaustivamente essa expressão que já virou lugar comum: te...
anjoeros Artigos 9


A ARVORE MALIGNA há 10 horas

Durante muitos anos venho me deparando com problemas nas famílias cri...
claviojj Crônicas 9