Egocentrismo

19 de Julho de 2011 Meafius Poesias 603

Estou mergulhado em minha essência,
perco assim, a vertigem
ganho assim, o meu eu-virgem.
Inocente em minha timidez,
vulnerável em meu olhar.
Olhos de Vênus.
Enxergo o princípio da glória.
Coração sangrento,
açoitado por amores e palavras,
coração apaixonado,
amante do romance puro.
Amante do pecado sujo.

Mergulho em minha alma,
ouço o canto de minha consciência,
a orquestra de meu organismo. Perco minha ciência.
Afogo-me em minha gênese,
bebo as águas da soberba,
doce líquido de meu egocentrismo.
Saboreio a tequila de meus fetiches.
Conheço e temo o sadismo.
O espelho mente,
reflete uma face apatetada,
mas, quando caminho pelos mares de meu espírito,
rezo pelas lágrimas de meus desejos
fadados a morrer sem conhecer,
o meu eu.


Leia também
Obedecendo o Vento há 9 horas

As folhas caem, e eu quero falar sobre isso, sem me preocupar com o feiti...
a_j_cardiais Poesias 26


"Verão na Europa" há 11 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 5


"Maria Emília" há 13 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 7


"Sou" há 14 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 7


"Livro sem letras" há 16 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 8


Amor há 18 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 8