Não te prometo somente buscá-lo
O que queres, desejo possuí-lo
E tocá-lo bem fundo, no fundo d'alma
Pois já estou, teu corpo, a invadi-lo
E escondê-lo de quem nunca se cala
Sonhando, acordado, sempre a almejá-lo

Fatalmente encontrarei, oh! Ló
E o além-amor, vou conquistá-lo
Mesmo que chegue, extenuado
Ao último botão da flor desabrochada
E ao tocá-lo, ter a paixão renovada
E com especial louvor, a ti, ofertá-lo