Te Amar, Minha Profissão

20 de Julho de 2011 Meafius Poesias 475

Te amar é corroer minha vergonha.
Te amar é debochar de meu orgulho.
Te amar é enfrentar minhas misérias.
Te amar é aceitar suas malícias.

Te amar é acorrentar-me ao seu prazer.
Te amar é bailar uma valsa vienense,
ao estalo de línguas quentes.

Te amar é desnudar minhas vergonhas.
Te amar é conhecê-lo por uma noite.
Te amar é ser consumido pela tua gula.

Quando te amo, recebo tuas pratas.
Se não te amo, teus calorosos açoites.
Minhas emoções falecem nas noites,
não há consolo, apenas bebo lágrimas.

Meu maior pagamento por te amar,
não é carinho. Pois, não me ama.
Não é a esmola que me pagas.
É a fantasia dos sonhos,
ao dormir em um quarto pobre de hotel.


Leia também
ETERNAL (rondó) há 1 hora

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 5


Sintomático há 7 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 26


"Minha humilde casinha" há 2 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 18


Se Poema For Oração há 2 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 66


"Bailei com a solidão" há 2 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 16


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 31