Não senti nenhum receioQuando na minha boca teu seiopulsava como vulcãoE teu corpo eu desenhava com a mãoO calor que vc exalavaEra magia puraNossas almas agora ligadasEm uma só estruturaMas o gozo veioE algo aconteceuA amnésia em nós ejaculouNão sei quem é vc nem quem sou eu