Na praia rente ao mar,



Num por de sol ardente,



Uma moça vai passando, feliz sorridente,



E quando ela vai passando, pisa na areia molhada,



Admirando ao longe, a brisa que sopra assanhada,



Só ela está ali,



Ouvindo o cochicho do mar,



Ouvindo o vento que ri,



Sentindo a vida passar,



Olhando a gaivota voar,



Ele segue seu caminho,



Em paz com sua solidão,



Em ritmos de melodias,



Ouvindo os pássaros,



Cantando uma bela canção,



Os seus olhos, são duas estrelas brilhantes,



Que iluminam o mar,



O seu corpo é pura beleza, refletindo a luz do luar,



E a moça vai passando em silêncio,



E sumindo no escuro,



E a noite vem chegando,



Encobrindo o céu de veludo.