MARIA GERALDA

22 de Julho de 2011 Abreu Poesias 438

Ontem eu curti Maria Geralda
Vocês sabem quem ela é?
De onde vem o seu viver?
Fomos convidados
O Sbrobo na ida
Pelourinho em harmonia
O tempero, a bebida
Todas raças em sintonia
Ela estava a me envolver
Na Maria Quitéria, a cantar
A estampar felicidade
A fina chuva a cair
O fio a filosofar:
Ouvir é diferente de escutar
Dizer é diferente de falar
Olhar é diferente de enxergar.
E Viajando em outra viagem
O cantor, Legião a ventanejar
No litoral do meu prazer.
Ontem eu vivi Maria Geralda
Vocês sabem quem ela é?
Pra onde vai o seu cantar?
Pedras portuguesas a seguir
De Carlinhos, o Cravinho
Para nosso mundo retornar
O Sbrobo na volta
Entre os táxis, palio na contramão
Duas faixas a diferenciar.
Ontem eu sorri Maria Geralda
Vocês sabem quem ela é?
Por que faz fazer sonhar?
O posto, o povo, o mudo
A dormitar e viver o seu viver
Independente de qualquer pensar.
O Sbrobo na praça
Ontem e sempre, isso é Maria Geralda
O viver sem se importar
Com aquilo que não tem graça

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
ETERNAL (rondó) há 7 horas

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 5


Sintomático há 12 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 37


"Minha humilde casinha" há 2 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 18


Se Poema For Oração há 3 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 78


"Bailei com a solidão" há 3 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 16


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 3 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 31