Observando...

05 de Novembro de 2013 Valdir Gomes Poesias 241

Sempre que a vejo
Teu jeito observo.
Sigo os teus passos;
Percebo suas curvas...
Sonho em teus braços.
Me flagro cantando,
Em sussurros febris.
Ora pensando
Em como ser feliz.

Cabelos ao vento
Ou presos no alto.
Quando viras num átimo
Desvio em sobressalto.
Se me vês sem saída, sorri.
Se me flagras olhando, disfarça.
Me deixa sem jeito,
Mas não me escondo.
Fico sonhando em roubar-lhe um beijo.
Ou num sorriso vou simulando.

Quanta inveja do teu chão,
Que pisas com gracejo!
Observo teus lábios
Que me afloram desejos.
Se tê-la em meus braços
Meu coração vai sufocando,
Prefiro apenas seus passos
Continuar observando.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
CICATRIZES há 3 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 4


" Amar é" há 14 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 9


PAU DE FITAS há 18 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 8


Falta de Amor ao Próximo há 23 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 42


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 1 dia

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 1 dia

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16