Não quero mais saber de amor passado
Fruto que não deu besteira tentar colher
As árvores tem raízes profundas
E quando lamentam é por falta de folhas
Pois o aconchego das sombras é seu orgulho
Jardim de um passado que não vingou só nos trás solidão
Este mundo é farturoso e a cada dia nos surpreende
A cada dia nasce uma flor para nos alegrar
Floresce uma árvore e nos doa uma sombra contente,
E nos oferece um amor presente.
Ontem é ontem e hoje é hoje
Amanha é amanhã e este não consta em calendários corretos
Mais inteligente somar o um (1) de hoje com resultados reais
Diminuir os uns (-1) de ontem, pois são resultados fictícios
Meras ilusões contentar-se com passados
Neurônios inteligentes são os do presente.
Os do futuro poderão não chegar ao fim do túnel.