Faxina

08 de Novembro de 2013 A.M. Vieira Poesias 378

Sem querer ser o primeiros

Sempre fui um valente guerreiro

Mas a vida é pra ser gozada

Mesmo bancando a empregada

Quando a sombra da guerra 

Não ameaça a minha terra

Largo a espada de dia

E pego na vassoura com alegria

Me divirto, não lamento

Ao limpar o pavimento

E assim, eu vou limpando

E o tempo vai passando

                                                                     Fonte: Zagor nº 1 editora Vecchi "A origem de Zagor"


Leia também
NA REBORDOSA há menos de 1 hora

NA REBORDOSA Acordo e já começa a girar tudo... Olhos cerrados contra...
ricardoc Sonetos 3


PLEONÁSTICO n°2 há 20 horas

PLEONÁSTICO n°2 Encarasse de frente, não soslaio... Talvez, olhos no...
ricardoc Sonetos 4


ANTIFACISTA há 22 horas

ANTIFACISTA De irrestível apelo aquela união De fortes se fazendo 'in...
ricardoc Sonetos 5


A rua me aceita como sou há 1 dia

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 77


Não seja superficial há 1 dia

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 89


"Dia do amor" há 1 dia

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 14