Intimidade

10 de Novembro de 2013 Marlon Costa Poesias 223

Sinto um calor

Forte

Gostoso

Excitação

Ao seu lado

Ponho a mão

No monte de Vênus

Delírio

Como fêmea

Ardente 

O fogo lhe queima

Paradoxalmente

Molha-se

Em meu corpo 

Cavernoso e pulsante

Retribui-me a carícia

O sangue ferve

Com olfato experimenta

Com paladar me banha

Com o tato me arranha

Com visão me instiga

A cópula é inevitável

O amor acontecendo

Você e eu...

Gozando, gozando, gozando...

Marlon Costa

Parnamirim/ RN, 02.07.2012

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
O ESQUELETO DE PINGUIM - O Homem do Saco e Outros há 3 horas

O ESQUELETO DE PINGUIM - O Homem do Saco e outros Contos -- "Hoje eu vi ...
ricardoc Crônicas 6


"Que bonita mulher" há 7 horas

A luz do teu olhar, a boniteza da tua face, o brilho do teu sorriso, ...
joaodasneves Homenagens 8


À LUZ DE LAMPIÕES há 7 horas

À LUZ DE LAMPIÕES (rondó) E se, por uma rua escura, Luzindo em minha...
ricardoc Poesias 7


Pelo Espírito há 13 horas

Nada do que Jesus cita no Sermão do Monte nos capítulos 5 a 7 do evangelh...
kuryos Acrósticos 6


A Linha da Vida há 15 horas

O futuro é daqui a pouco, mas talvez não possamos vê-lo. A vida é com...
a_j_cardiais Poesias 33


Obedecendo o Vento há 1 dia

As folhas caem, e eu quero falar sobre isso, sem me preocupar com o feiti...
a_j_cardiais Poesias 43