Quando eu não mais existir.

11 de Novembro de 2013 Elisergiopoeta Poesias 161

As pessoas se perguntarão

Onde fostes o apaixonado POETA?

Que em outras vidas e nessa

Tentou viver do amor e da

Sua imensuravel paixão!

Quando eu não mais existir

Os que gostavam de mim

Chorarão,mas minhas palavras

Em seus coraçãoes sempre estarão

Vão sempre estar!

Quando eu não mais existir

Só vai ser saudade

De quem amei de verdade

E pena de quem só me fez chorar!

Quando eu não mais existir

O sol perderá seu brilho

A lua se esconderá

E só restarão minhas palavras

Tristes e amargas, fazendo ela chorar.

Quando eu não mais existir

Não existirei....

Postado por Elisérgio Nunes às 15:56 

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Lembra? há 1 dia

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 13


Principio há 1 dia

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 10


Viandar há 1 dia

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 10


Fluxo do tempo. há 1 dia

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 11


Sou há 1 dia

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 10


Ame...! há 1 dia

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 8