Despertar

13 de Novembro de 2013 Pr CJJacinto Poesias 211

Acorrentado ao caminho escurecido

olhos vedados

o homem anda sem sentido

Embriagado por prazeres voláteis

envolvido

por atividades inuteis, pobre rotina

O homem se arrasta gemendo

escravo do sistema

consumindo para se consumir em artificialidades

Atado por conceitos errados

visionario de sonhos baratos

o homem cai com o rosto no chão

Mas de imediato; a vida ameaçada

feridas abertas e dores expostas, ilusões quebradas

o homem desperta

Olha para o alvorecer e as noites estreladas

percebe o aroma dos frutos e o perfume das flores

Abre-se a janela da vida real

Passa a sentir o sublime

amor pelas coisas simples e verdadeiras

Abre o coração para o mais nato amor

Dores e tragédias radicais

quebram as duras ilusões da vida

libertam o homem para a verdadeira realidade da vida

Viver é amar

viver é desfrutar

viver é contentamento

viver é ver as coisas

como de fato elas são...

(Clavio Jacinto)


Leia também
John Owen - Hebreus 1 – Versos 1 e 2 – P3 há menos de 1 hora

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 4


John Owen - Hebreus 1 – Versos 1 e 2 – P2 há menos de 1 hora

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 4


John Owen - Hebreus 1 – Versos 1 e 2 – P1 há menos de 1 hora

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 6


"Ontem a noite" há 13 horas

Ontem pela noite Sentei-me no sofa A saudade batia-me no rosto A solidã...
joaodasneves Pensamentos 17


Confessar e se Arrepender em vez de se Endurecer há 15 horas

Em face de termos tão grande sumo sacerdote à direita de Deus nas altur...
kuryos Artigos 17


JUDAICO-CRISTÃO há 23 horas

JUDAICO-CRISTÃO O Deus de Judá reina sobre a Terra Como se uma consci...
ricardoc Sonetos 28