Na minha loucura sadia
Não durmo á noite,choro ao dia
Tudo isso por amar alguém
Que não me ama também

Mas tudo bem,deve ser a minha sina
Admirar alguém que não me admira
Amar alguém que nunca vai me amar
Não posso parar de imaginar

Pois apesar de tudo,ela ainda
É o que eu preciso,faz ainda
Meu coração parar,parar
Com toda sua ternura

Por isso vivo assim uma aventura
E mesmo com toda essa loucura
É só ver ela que a minha loucura
Sadia tende a ficar...