Isso foge da razão
Não tem explicação, extravasa e arrasa a alma
Abre portas que não existem
Percorre caminhos desconhecidos
Anda sobre as águas
Mergulha nas profundezas
Descobre tesouros...
Esconde defeitos
Suporta quando quer explodir.
Abafa e desabafa
Volta sem explicação
Faz o que quer
E para contrariar
Contradiz a razão.
Verdadeiro sim
Eterno jamais!
Vive o momento sem pensar no amanha
Desfaz o nó não o laço
Não da o céu
Mas oferece algo concreto para caminhar
Porque sabe que é preciso ter sonhos mas o importante é não tirar os pés do chão
Isso não é paixão
Vai alem..