Em casa
Sem mobília
Com carro importado
E tv a cabo,
Ou com merda
Ou sem merda
Tendo um som da Sony
Tão potente e super sônico,
Escuto música todo dia
Na minha palafita.

Culturalmente,
Mesmo não sendo um inglês,
Eu escuto música pop inglês.
Por isso, sou um anti-patriota,
Eu amo mais aquilo
Que não é português,
E desfruto mais da arte pop inglês,
Pois
a obra feito por gringos
é
Tudo na qual me satisfaz
Na minha vida de máquina.

Ao sair de casa,
Não visito parques florestais,
Museus ou salões de poesias,
Prefiro ir no Shopping,
Amo cinema Norte-Americano
Gosto de ser o Homem de Ferro
Por ele ser um rico salvador e engenheiro.

Pois é...
Tudo é estranho,
Tenho um gosto Norte- Americano,
Mas eu sou brasileiro,
Sou maranhense,
não escuto MPB,
Sou alienado
Não escuto Chico Buarque
E voto no Sarney por ser legal.

Na juventude
Sou anti-Zeca Baleiro
Não escuto música clássica
Odeio sarais culturais.

Música pra mim tem que ser curto,
Amo letras vazias
E muito repetitivas por inteiro,

Então,
Pra quê Caetano?
Eu nunca achei o que há de legal
No disco dele culto-cultural.

Na música, sou mais escutar no Ipod
A musica de massa
Na qual é puramente
Mais além da música cultural
que pra mim é podre por sinal!

Mas
Foda-se!
não me importo
Gosto mesmo
Em ser alienado,
E disso
Não há salvação!
Eu me entrego
E não evito em ser o produto
Consumista
Capitalista
Industrial
Da Terceira Revolução
Industrial
Da economia
Neo-Liberal!

Pra quê mudar?
Não há Revolução
Cultural,política e social!
Tudo atrofiou!
Podem me criticar!
Cadê o movimento
dos 20 centavos?
Todos os bestas saíram por nada,
Os pseudo saíram para colocar fotos
Nas Redes Sociais
E eu fiquei em casa assistindo Neymar
E comendo minha importada Batata.

Pois é...
Desculpe-me heróis da pátria,
Sou assim,
Desfruto muito em ser
Um louco
Acomodado
ou
Um homem perdido
Que por ironia
terá o mesmo destino
Do que o cara revoltado politizado.

Desculpe-me,
sou um homem capitalista,
Sou idiota sem rumo
Amo ser alienado,
Pois
Eu
Me iludo
Com tudo,
E esqueço deste mundo
Ao comprar um disco
de lançamento nas Americanas
pelo preço de 160 Reais
E além disso,
esqueço de comer o
Meu feijão,arroz e salada
Por pagar caro aquilo o que vale mais!

Com fome,não me alimentando direito
Mas sabe?
Sou feliz e satisfeito por ter um CD
De músicas Norte-Americanos legais.
graças aos Estados Unido da América!


Quando vou lanchar,
Eu esqueço da fome
Mundial,
Pego o resto de 20 reais
E compro um Big Mac
No Mac Donald
Ou X-tudo no Bob´s
Pois são coisas mais saborosos
Do que salada,arroz e feijão!

Foda-se o suco
Quero uma Coca-Cola
Com três gelos em cubo.

Ao comer,
Graças a Apple,
Alimento e falo com mundo,
Sou feliz e descolado,
Tenho todo mundo
E tenho um celular
Com Redes sociais
Que ao conectar na alma de máquina
Estou em um outro mundo
Na qual sou um
Feliz escravo.

Enfim, é isso,
Vivo iludido
todo dia,
Sou um consumista
perdido