Por do Sol

01 de Dezembro de 2013 Leonardo Koury Poesias 199

Horizonte que exemplifica

A coragem da alma esplendorosa 

Nestes dias em que ouvir

Teus conselhos dignifica 

No desejo secreto a sucumbir

Minha insistência por horas.

Se numa ou duas noites

Algo de constante e belo

Marca a profunda percepção 

Da sua diferença 

E teus traços únicos

Tornam o poema sincero

Pela constante menção.

De dizer, ah! como te quero,

Nas horas sombrias

De uma madrugada

De uma nova sensação.

Ah, de livre estar

Numa praia perfeita

No reduzir vermelho

Que na sua face enfeita 

Segredos, desejos, teorias

Um medo de perder

Tua amizade.

A distância que nos cria

Da tecnologia aproximada 

Me fez descobrir você 

E aumentar a curiosidade.

Desta praia, só seu lado

Desejo o por do sol 

O horizonte

Que desmonte

A saudade

Inacabada.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Livro sem letras" há menos de 1 hora

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 5


Amor há 2 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 6


ESTÁ TÃO ESCURO (poesia infantil) há 4 horas

Está tão escuro Por causa do muro O chão é duro Não bata o nari...
madalao Infantil 6


Amor de Primavera há 17 horas

Morena, quando tu flores, o verbo em ti, primavera, seguirá o caminho do...
a_j_cardiais Poesias 42


CICATRIZES há 22 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 6


" Amar é" há 1 dia

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 12