Passou da Hora

01 de Dezembro de 2013 Leonardo Koury Poesias 182

Não me culpe por ter ido embora
Se nada fizeste para ficar.
Noites em claro passei por esperar
E recebia de presente sua covardia.

Não importa, se parada você fica
E diz que está com cara de quem chora
Se a sua atitude é da apatia
De que valem todas as poesias
Se não tocam o seu coração.
Chorar sabendo o que vai acontecer
Mas achando que o futuro muda sem ação.

E tudo que vivemos foi tão lindo.
Na inocência acordo e lembro de você sorrindo
Mas minha luta era solitária,
E tudo que falei para te convencer foi em vão.
Enquanto você no canto lamenta e a Deus ora,
Eu vou embora, pois passou da hora.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
PLEONÁSTICO n°2 há 4 horas

PLEONÁSTICO n°2 Encarasse de frente, não soslaio... Talvez, olhos no...
ricardoc Sonetos 4


ANTIFACISTA há 5 horas

ANTIFACISTA De irrestível apelo aquela união De fortes se fazendo 'in...
ricardoc Sonetos 4


A rua me aceita como sou há 8 horas

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 45


Não seja superficial há 9 horas

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 58


"Dia do amor" há 12 horas

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 12


"Estou triste" há 19 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 14