Mares Infinitos

03 de Dezembro de 2013 Pr CJJacinto Poesias 213

Depois que as nuvens passaram

ficou a saudade das chuvas

mas o sol raiou

mostrou toda a plenitude desse azul

tão celeste

quanto as aguas de profundo oceano

de amor.

Eu vivo de dia em dia olhando

pra cima

como se esperasse algo mais

do que estrelas e chuvas

num despertar desesperado

de que há mais do que luzes

uma fonte e um trono

em que minha alma pode descanar

Como as aguas descansam nos

mares infinitos desse mundo


Leia também
Lembra? há 4 horas

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 9


Principio há 4 horas

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 8


Viandar há 4 horas

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 7


Fluxo do tempo. há 4 horas

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 9


Sou há 4 horas

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 8


Ame...! há 5 horas

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 6