Lembra dos dias que se passaram?

nunca mais retornam....

são como as palhas que voaram

levadas pelo vento

Esse tempo corre descontroladamente

esconde tudo num passado fechado

encerrado com grilhoes inquebraveis

para que ninguem volte pra lá

O que nos restam disso,

senão lembranças ofuscadas

de momentos fragmentados cravados

profundamente dentro de nós

como se nossa alma fosse um livro

E, como nada mais resta, senão lamentar

porque tabto tempo foi gasto

sem viver

tomai posse do presente

para que o futuro

não seja mais um peso a tornar insuportavel

a nossa lembrança