Mergulhei em sua face, buscando dentro de mimA resposta mais sincera do “por que me apaixonei?”Minha insensata indagação num instante teve fimQuando frágil e indefesa, nos seus olhos me afoguei.