Submersão

13 de Dezembro de 2013 Marco Tisi Poesias 296


SUBMERSÃO



Como não
podia deixar de acontecer,


novamente a
Submersão veio a acontecer,


e as vitimas
são as mesmas, sem arrefecer.



Submersão,
que são atribuídas aos céus,


mas não,
são bem outros os réus,


Submersão,
que é fruto da má gestão,


que na
totalidade da nacional urbanidade,


esta toda a
sua impermeabilidade,


esta sim de
responsabilidade,


dos
políticos em suas perversidades.



Mas o ano
que se aproxima,


terá pleito
para novos gestores,


que como
sempre


são os
mesmos pleiteantes,


os algozes
repugnantes,


que como
sempre serão eleitos,


pelo mesmo
povo,


quando da
próxima Submersão,


perderam
desde todos os bens materiais,


até
provavelmente, seus entes Queridos,


que nem
direito terão a honra parentais.



Não, a
Submersão não vem dos Céus,


vem daqueles
que nos pleitos,


elegem
sempre os mesmos réus.




Marco
Aurelio Tisi



(13/12/2013
)




Leia também
"Naveguei" há 6 horas

Naveguei entre mares, e tempestades, ninguém me acompanhou, Meu sofriment...
joaodasneves Poesias 11


O Importante no Poema há 8 horas

O importante no poema, é que ele voe, mesmo não tendo nascido para voa...
a_j_cardiais Poesias 29


LUTA ARMADA há 1 dia

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 8


Paz Celestial há 2 dias

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 18


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 2 dias

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 63


Poema Suado há 2 dias

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 51