Furta-Beijos

25 de Dezembro de 2013 Nefelibata Poesias 287

Viajando eu vi:
Olhei, parei e roubei
O beijo que não ganhei;
Agora é meu, está aqui.

Era tão lindo...
Rosado, molhando, sorrindo.
No beijar, a paixão, prazer.
Em mim, a tensão, querer.

Amantes beijando de calor.
Todo beijo é assim... Juvenil.
Eu, com nó na garganta, em torpor,

Observo sedento, servil.
A todo beijo que vir, elegia,
Enquanto espero por ti, companhia.


Leia também
Deixe Esse Amor Crescer há 8 horas

Deixe esse amor crescer... Ele está brotando em um coração árido. De...
a_j_cardiais Sonetos 28


Ás palavras não são mais meu legado. há 9 horas

Fiz-me silenciar por que te perdi! Tu me revogara a licença concedida, D...
elisergio Sonetos 6


Não há o que comemorar. há 9 horas

Não há de fato o que comemorar! A virgem do sertão não é independente...
elisergio Sonetos 6


A vida depois daqui! há 9 horas

Ver que a morte não é o fim, é o início! Disse-me com amor chamando de...
elisergio Sonetos 6


Os sentimentos podem se quebrar. há 9 horas

Apesar de tudo havia um quê de saudade, Sufocando todos os gritos de desp...
elisergio Sonetos 6


Tantos dedos em riste e nenhuma mão para ajudar. há 9 horas

Havia em mim aquele alto silêncio, E o velho monge insistia em quebrar. ...
elisergio Sonetos 6