Para quem não dança

25 de Dezembro de 2013 Leonardo Koury Poesias 187

Quem não dança

Não tem esperança

Não verá o amanhã.

Mil versos de amor

Tiram de um coração apaixonado

Aquilo que persiste calado.

Que por não dizer vira passado.

E tudo que passou pode não surgir.

Faz o amanhã deixar de existir,

Mas eu tenho algo a te dizer.

Sorrisos agora são mais sinceros

Pois depois de lhe conhecer

Conservar tais sentimentos

Bagunçar seus pensamentos

Pode até não parecer

Mas sem dúvidas 

É o que eu mais quero.

Só haverá o amanhã

Quando o hoje não

Cessar.

Não conheço os caminhos

Mas não estou sozinho,

Contigo quero caminhar.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
A Humildade nos Cai Bem há 3 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 7


Fuga da Inspiração há 4 horas

Preciso terminar um poema que comecei numa empolgação danada... Dep...
a_j_cardiais Poesias 39


Um Dilema há 5 horas

Estou aqui reclamando da minha "vidinha", enquanto tem alguém por aí que...
a_j_cardiais Poesias 37


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 6 há 7 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 12


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 5 há 7 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 9


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 4 há 7 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 10