Soneto de Intensidade

25 de Dezembro de 2013 Leonardo Koury Poesias 202

Nem me diga que é por saudadeMas quando decidi te esperarNão imaginava na tua vida ficarQuanto mais trazer a ela felicidade.Um pouco de paixão, desejo, vontade.Misturados na ânsia do teu olharQuanto sinto teu cheiro fico a me calarVersos tornam mais que necessidade.

Seu sorriso não consigo esquecerUm dia por inteiro irei de lhe terNoites intensas ao menos por muitos anos

Se todos estes sentimentos aqui estãoPalavras e juras ficaram no meu coraçãoAmor e a eterna saudade nos nossos planos.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Uma Tal Pedra há 9 horas

No meio do caminho de muitas famílias, agora tem uma pedra... Tem uma...
a_j_cardiais Poesias 22


Mundo da Gataria há 10 horas

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 41


A história do amor há 10 horas

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 27


AFRO-AMERICANO - Des-História Universal há 11 horas

AFRO-AMERICANO Terra da Liberdade, a Norte-América Tornou republicana ...
ricardoc Sonetos 5


"Primeiro encontro" há 15 horas

Olha, te recordas da primeira vez que eu te vi? não foi só pra me distr...
joaodasneves Mensagens 7


John Owen - Hebreus 1 - Versos 4 e 5 – P3 há 22 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 9