Viagens….


Em câmara flutuante


Numa tempestade de ideias.


Mil delírios, devaneios


Num febril estado quântico,


Onde cada parte se liga ao todo,


Eu me encontro.


Divisível em imagens, matéria e
pulsação.


Energia vital em expansão,


Anos-luz nos distancia


Da grande criação.


Hoje, navegamos no espaço


Sem, no entanto, dar um paço.


Preciso saber quem sou,


Para aonde vou, onde estou.


Preciso!

Marlon Costa

àrnamirim/RN, 26.12.2013